Problemas de Visão: Será Que Seu Filho Tem?

Você sabia que a criança só enxerga o mundo como nós enxergamos a partir dos 7 anos? Já pensou que uma criança com problemas de visão acha que o mundo é daquele jeito, distorcido? E, por isso mesmo, ele não sabe explicar que agora tá difícil pra ler ou pra ver? Será que você se concentraria numa reunião se esse mundo distorcido, sem foco, fosse o seu mundo? Será que haveria real interesse na leitura? É por isso que o primeiro lugar que a criança perde o interesse ou começa a ir mal quando está com problemas de visão é a escola. Muitas vezes ela nem sabe explicar o que está acontecendo. Seu comportamento muda, ela fica desatenta, desinteressada.

Geralmente os pais fazem o exame do olhinho quando o bebê nasce, aquele do reflexo vermelho onde doenças como Catarata congênita e tumores podem ser identificadas.  Daí, se está tudo certo,  passamos a olhar apenas alguma alteração visível como estrabismo o que, segundo os oftalmologistas, até os dois anos de idade é algo que  pode ser mais facilmente corrigido. Passado deste período eles podem desenvolver uma doença chamada ambliopia ou doença do olho preguiçoso. O que comprometeria a visão de vez. E o que mais espanta são as estatísticas: Em média 1 em cada 4 crianças sofre de um distúrbio de visão na idade pré-escolar.

O Que fazer então? Levá-los ao oftamologista, de preferência infantil (se você puder e tiver na sua cidade) ao menos a cada ano se não for identificado nenhum problema a ser acompanhado com maior regularidade. E ficar de olho nos seguintes sintomas:

1- Dor de cabeça – Se ela aparece na hora da escola ou de fazer a tarefa-de-casa. Geralmente em razão de um esforço extra pra conseguir atingir o objetivo da leitura.

2- Quando estiver no computador ou na tv, sentar muito perto do monitor, apertar os olhos, coçar os olhos na tentativa de “desembaçar”. Geralmente sentar muito perto pra ver ou colocar o livro muito próximo é sinal de Miopia, segundo especialistas.

3- Lacrimejar os olhos muito durante o dia – Este é um distúrbio e um sintoma que eu não conhecia. Há crianças que não fecham os olhos completamente à noite e, pra compensar, espontâneamente os olhos lacrimejam durante o dia.

4- Ter dificuldade na hora de ler, se ela já foi alfabetizada – Se o seu filho, pra ler, precisa sempre acompanhar a leitura com o dedo indicador, fique de olhos abertos. Não é normal que crianças já alfabetizadas precisem acompanhar a leitura desta forma. Pode ser um sinal de Ambliopia (aquela do olho preguiçoso) porque ela pode estar vendo as palavras muito juntas e usa o dedo para tentar separá-las. Observe também se ele salta linhas ou pula palavras na leitura, isto pode ser sinal de astigmatismo.

5- Demonstrar sensibilidade à luz – Essa dificuldade de encarar a luminosidade pode ser uma doença chamada Exotropia, que é um tipo de estrabismo. Observe se ele sempre protege os olhos quando está no sol ou na claridade.

Além desses sintomas os oftalmos de plantão pedem pra que os pais observem se os filhos costumam fechar um dos olhos (seria o olho ruim) pra poder ler ou ver alguma coisa melhor.

Vale a pena acompanhar: se o seu filho está caindo o rendimento escolar, antes de pensar em transtornos mais graves como hiperatividade ou déficit de atenção (ou a junção das duas, TDAH), comece pelo simples e fácil teste de visão. Uma professora me confidenciou que uma aluna agia como uma criança autista na sala, mas o seu problema mesmo, eram 9 graus de miopia. Uma vez resolvido…uma nova criança surgiu. Sem remédios.

Caso seja detectado algum problema de visão nos seus filhos e seja necessária a utilização de óculos, opte pelas lentes de policarbonato ou trivex. São mais resistentes pra aguentar as mil brincadeiras que agora eles farão enxergando tudo. E se eles forem menorzinhos, optem pelas armações que fixam os óculos no rosto com aquele gancho atrás da orelha. Com o tempo eles nem vão percebem que estão de óculos.

Resumo das doenças de visão:

Miopia – Não ver de longe

Hipermetropia – Vê os objetos próximos borrados. O contrário da Miopia.

Astigmatismo – As coisas serão borradas de longe e de perto

Ambliopia – perda parcial da visão de um dos olhos. Até os 7 anos, se descoberta, pode ser tratada. O olho não se desenvolve completamente e vai deixando de trabalhar, por isso apelidado de transtorno do olho preguiçoso.

estrabismo – Perda do paralelismo dos olhos. Cada um deles apontam para lados diferentes.